31 janeiro 2011

SAG awards 2011 - Vencedores



Sem grandes surpresas...


Colin Firth, Natalie Portman e Christian Bale caminham a passos largos para o Óscar!

The King's Speech num mano-a-mano com The Social Network...



E na televisão...


Why?




Ainda não comecei a ver Boardwalk Empire....


mas gostava imenso que Mad Men tivesse dominado a noite!

Quer dizer, após (mais) uma temporada fortíssima, com um desenvolvimento genial e surpreendente das personagens, um argumento brilhante e interpretações magníficas...

nem um reconhecimento???


30 janeiro 2011

My SAG wishes...







When a man walks into a room, he brings his whole life with him. He has a million reasons for being anywhere, just ask him. If you listen, he'll tell you how he got there. How he forgot where he was going, and that he woke up. If you listen, he'll tell you about the time he thought he was an angel or dreamt of being perfect. And then he'll smile with wisdom, content that he realized the world isn't perfect. We're flawed, because we want so much more. We're ruined, because we get these things, and wish for what we had.





Os restantes nomeados podem ser vistos aqui

25 janeiro 2011

Breve comentário às nomeações para os Óscares...



WHERE THE HELL IS


SHUTTER ISLAND

MARTIN SCORCESE

LEONARDO DI CAPRIO


??????????????????????????????????????????????????




24 janeiro 2011

As Minhas Incontestáveis



O Roberto Simões do excelente blogue CINEROAD organizou mais uma interessante e original iniciativa: "AS INCONTESTÁVEIS"! E eu fui uma das convidadas a participar!

Com um agradecimento ao Roberto, partilho agora as minhas escolhas!


Se tentei variar na década e no género, o critério principal foi sem dúvida o meu gosto pessoal, isto é, para além das qualidades artísticas do filme ou mesmo do seu impacto social e cultural, escolhi obras que me despertaram sentimentos de assombro ou deslumbramento ou choque ou paixão, filmes que me arrebataram de forma quase surreal e indescritível e me fizeram amar ainda mais o Cinema!

O FABULOSO DESTINO DE AMÉLIE: uma declaração de amor às pequenas coisas da vida, aos efémeros momentos especiais, à amizade, à bondade e ultimamente ao amor! Apaixonante a todas as vezes que o revejo! Audrey Tatou é absolutamente esplendorosa, lado a lado com a bela e inspiradora banda-sonora de Yann Tiersen! E depois…c’est Paris! E junto vêm esplêndidas recordações! ;)



O SENHOR DOS ANÉIS: é, sem qualquer dúvida, um dos filmes da minha vida! A forma como Peter Jackson o trouxe à tela é absolutamente grandiosa, memorável e épica! Se me permites, Roberto, deixo o link para um pequeno texto onde tento explicar esta minha “devoção”: http://avidaemcenas.blogspot.com/search/label/O%20In%C3%ADcio




TAXI DRIVER: ninguém lhe conseguirá ficar indiferente, desde logo com o hipnótico genérico inicial, ao som de um perturbador jazz em crescendo! Brilhantemente escrito, magistralmente realizado e excelentemente protagonizado, “Taxi Driver” é um cru e brutal ensaio sobre a condição humana, personificado por um homem desesperadamente só, assoberbado por um mundo em decadência.
Intenso, arrepiante, demente! Vi-o pela primeira vez ainda era relativamente nova e senti de imediato que estava perante algo grandioso, sério e inigualável, como nunca antes, e dois nomes me ficaram gravados: Martin Scorcese e Robert deNiro!




A CLOCKWORK ORANGE: uma ousada, violenta e perversa análise social e moral, repleta de humor negro! Um murro no estômago que tanto nos choca como nos prende ao ecrã com as suas implicações! E certamente nunca mais ouvirei “Singing In The Rain” ou, já agora, Ludwig Van, da mesma forma! ;)



CASABLANCA: pode dizer-se que foi a minha introdução aos clássicos! E que magnífico modo de me iniciar! Entre o carisma de Humphrey Bogart e a subtileza de Ingrid Bergman, um romance invulgar que se supera pelo seu altruísmo e maturidade, ao som apaixonante de “As Time Goes By”! Cenas absolutamente memoráveis (entre tantas outras, o delicado “confronto” ao som de La Marseillaise) carregam a postura de uma outra época ao mesmo tempo que nos inspiram e relembram da imortalidade do amor, da integridade, da amizade, da justiça!




Não deixem de visitar o CINEROAD onde podem acompanhar esta iniciativa e, se ainda não for o caso, passar a conhecer um dos blogues com maior qualidade, diversidade e dedicação da blogosfera portuguesa!


21 janeiro 2011

Gosford Park




Um pitoresco e caricato contraste entre a upper class da Inglaterra dos anos 30 e os seus criados, num subtil e pausado jogo de identidades. Entre a agitação e o rídiculo dos upstairs e o rigor e precisão dos downstairs, um assassínio ocorre…e nada mais. Porque o que realmente interessa é o delicado confronto, irónico e denso, que se tem vindo a desenrolar!





Magnificamente interpretado (e quão primoroso é ver tal conjunto de intérpretes!) e soberbamente realizado por Robert Altman, Gosford Park é, sem qualquer dúvida, um sagaz e excelente filme, absolutamente imperdível!


20 janeiro 2011

19 janeiro 2011

Män som hatar kvinnor



Um homem recebe um pacote pelo correio. Abre-o cuidadosamente, apenas para se atemorizar pelo seu aparentemente inocente conteúdo. A música ressoa, em crescente intensidade, e um rosto surge…doce e inquisitivo, uma angelical assombração ao longo de quatro décadas.




Refrescante e intenso na sua construção, imprevisível e misterioso no seu desenvolvimento, Män som hatar kvinnor afirma-se como um magistral thriller, cru e violento! Desenrolando-se lentamente, consegue uma caracterização complexa das suas personagens, dois perturbados pontos em inevitável colisão, num misto de amizade e desejo, ao mesmo tempo que com uma chocante frontalidade e quase frieza aborda a crueldade, dominação, violência e degradação impostas desde sempre à mulher.




E é subtilmente numa mulher que a história ganha a sua força: Lisbeth Salander, enigmática e disfuncional hacker, numa composição absolutamente memorável e arrepiante de Noomi Rapace, sem dúvida inigualável! A seu lado, Michael Nyqvist, como o jornalista em desgraça Mikael Blomkvist, numa competente e igualmente complexa interpretação de um homem íntegro e racional em busca da verdade.


Brutal, intenso, negro e desconcertante!

Um brilhante policial, um grande filme!


Bravo!


Enter At Your Own Risk!





Bizarro, bizarro, bizarro!

Deliciosamente bizarro!





It's astounding Time is... fleeting Madness... takes its toll...


17 janeiro 2011

Golden Globes 2011 - Vencedores em Cinema



Natalie Portman - Melhor Actriz (Drama)


Colin Firth - Melhor Actor (Drama)



Annette Benning - Melhor Actriz (Comédia ou Musical)



Paul Giamatti - Melhor Actor (Comédia ou Musical)


Christian Bale - Melhor Actor Secundário



Melissa Leo - Melhor Actriz Secundária


The Kids Are Alright - Melhor Filme (Comédia ou Musical)


Melhor Filme (Drama)

David Fincher - Melhor Realizador

(devo ser a única pessoa que ainda não viu The Social Network)


Melhor Filme de Animação

(mas alguém tinha dúvidas?)



Robert de Niro - Prémio Cecil B. DeMille




Golden Globes 2011 - Vencedores em Televisão



Jane Lynch - Melhor Actriz Secundária


Chris Colfer - Melhor Actor Secundário


Laura Linney - Melhor Actriz (Comédia)


Jim Parsons - Melhor Actor (Comédia)


Glee - Melhor Série (Comédia)


Katey Sagal - Melhor Actriz (Drama)


Steve Buscemi - Melhor Actor (Drama)


Melhor Série (Drama)


E a noite foi dos Gleeks! ;)



16 janeiro 2011

Scott Pilgrim vs The World



It's gonna be legen... wait for it... dary! Legendary!



And legendary it was!


Um autêntico delírio para os sentidos, deixando o espectador totalmente rendido à constante de fantásticos efeitos visuais, infinitos split-screens e estridentes onomatopeias! Com um ritmo intenso, tão depressa parecemos estar dentro de um videojogo como de um videoclip ou mesmo de ambos...é simplesmente alucinante!




Michael Cera é o perfeito geek, Mary Elizabeth Winstead a misteriosa e inacessível Ramona, Kieran Culkin o sarcástico e certeiro melhor amigo...e terei que destacar Ellen Wong como a obcecada ex-namorada! E depois temos os "evil exes", detestáveis e risíveis, desde Chris Evans a Jason Schartzman, passando por Mae Whitman ("I was just a little bi-curious!")!





Os melhores momentos:

- Em modo sitcom...e com direito à música do Seinfield!

- A Batalha das Bandas


Roxy Richter: You punched me in the boob! Prepare to die, obviously!

Scott Pilgrim: You're pretentious, this club sucks, I have beef. Let's do it.

Young Neil: He punched the highlights out of her hair!

Kim Pine: We are Sex Bob-Omb! And we're here to watch Scott Pilgrim kick your teeth in! One-two-three-four!

Knives Chau: You stole my boyfriend. Taste my steel!

Lucas Lee: Prepare to feel the wrath of the League of the Evil Exes.

Scott Pilgrim: I'm in lesbians with you.


Despretensioso e descomprometido, "Scott Pilgrim vs The World" é puro entretenimento explosivo, não esquecendo a forma diferente mas igualmente séria como aborda as dificuldades e desafios das relações amorosas...sim, mesmo que no mundo real o amor não se ganhe após a conquista de sete níveis! ;)



01 janeiro 2011

2010 - Retrospectiva





Confesso que me considero incapaz de elaborar listas ou tops dos melhores filmes do ano e por aí adiante…Que tarefa mais injusta e inglória! Ainda para mais, não consegui ver tudo o que queria, infelizmente, por falta de oportunidade ou tempo!
Assim, sem pódios nem vencedores…apenas o que me deu mais prazer em ver neste ano que findou!
De filmes de 2010 a filmes vistos em 2010, passando ainda pelas séries televisivas, numa época de auge em que a televisão se tem vindo a afirmar como um sério competidor do cinema…partilho convosco as minhas escolhas, acima de tudo muito pessoais!


The Road (7 de Janeiro)


Up In The Air (21 de Janeiro)

Shutter Island (25 de Fevereiro)


Fish Tank (6 de Maio)

Inception (22 de Julho)

Toy Story 3 (29 de Julho)

Embargo (30 de Setembro)



As melhores descobertas cinematográficas...


Cat on a Hot Tin Roof (1958)

The Good, The Bad and The Ugly (1966)

Clockwork Orange (1971)


Hunger (2008)



E o melhor do pequeno ecrã...


The Walking Dead

Aqui a menina era aversa ao género terror (excepção feita a The Shining…e este é um caso bastante especial) … Até que sugestionada já nem sei muito bem pelo quê, me arrisquei a ver o primeiro episódio de The Walking Dead! E ainda bem! Muito gore, sangue e violência, para além de uma excelente caracterização dos walkers, complementado por uma arrepiante e necessária intensidade dramática! Talvez agora me arrisque no universo de Romero e de outros mestres do terror!

Days Gone Bye (1.01)

video


Mad Men

Shame on me por apenas me ter iniciado nesta pérola televisiva há tão pouco tempo! Excelência, perfeição…é difícil descrever com justiça o esplendor de Mad Men! Eu tentei…mas confesso que foi uma odisseia!

The Wheel (1.13)

video

A nostalgia do tempo vivido, do tempo passado...o arrependimento do tempo perdido…e a efémera tentativa de o prendermos, de regressarmos ao conforto dessas memórias…



E qual a vossa opinião? Como foi o vosso 2010?