30 setembro 2010

Inception




Ainda não consigo expressar muito bem a minha reacção a “Inception”: foi algo sentido e vivido tão intensamente no momento, sobre um filme que merece e deve ser apreciado através da imensidão e magia da tela de cinema!

“Inception” é algo de surreal, estimulante e belo! A nível visual, impressionante e vertiginoso; com um argumento inteligente e desafiador e uma banda - sonora tensa e arrebatadora, Christopher Nolan revoluciona novamente o mundo cinematográfico, oferecendo-nos um dos melhores e mais recompensadores filmes do ano!
Quanto ao elenco, destaco obviamente Leonardo DiCaprio e Marion Cottilard! Como se ainda fosse preciso, DiCaprio afirma-se como um dos mais sólidos e versáteis actores da sua geração; por sua vez, Cotillard possui uma candura, beleza e desequilíbrio que a tornam irresistivelmente complexa e misteriosa! E que olhos, que expressivos olhos! A nível secundário, que bem estão Ellen Page e Joseph Gordon-Levitt!

Empolgante, fantástica, engenhosa e alucinante, “Inception” foi, sem qualquer dúvida, uma experiência avassaladora, memorável e onírica!




Mal: You're waiting for a train, a train that will take you far away.
You know where you hope this train will take you,
but you can't be sure.
But it doesn't matter - because we'll be together

29 setembro 2010

Por favor não embargar!





video



Inspirado na obra homónima de José Saramago!

E, não vos parece, com uns traços algo "tarantinescos"?
(a música, o trailer em si...)

E dizem que com uma história a puxar à mente dos irmãos Coen!



A não perder, a partir de amanhã!


27 setembro 2010

É impressão minha...





ou a saga "A Múmia" (apesar das suas limitações)

não é a mesma sem a Rachel Weisz?



26 setembro 2010

The Switch





Não estava à espera de muito…mas não é que valeu bem a pena?

“The Switch” não é uma “mera” comédia romântica, centrada nas atribulações e desventuras do par amoroso; aqui, o motor da história é outro: o relacionamento acidental (e desconhecido) entre pai e filho, a partir do tão actual sentimento de não pertença e isolamento urbanos. E, para além do argumento (ainda que um pouco previsível), tal não seria possível sem um conjunto de boas interpretações, a cargo de Jason Bateman, neurótico pai, e Thomas Robinson, uma revelação, como o filho também ele sagaz e maníaco! Destaque também para os secundários Jeff Goldblum e Juliette Lewis.

Dêem-lhe uma oportunidade!




"Mistérios de Lisboa": Melhor Realizador em San Sebastián





A grande produção portuguesa foi agraciada com o prémio de Melhor Realizador para o chileno Raúl Ruiz, no Festival de Cinema de San Sebastián!



video


Depois de ter pertencido à selecção oficial do Festival de Toronto, "Mistérios de Lisboa" vai ainda passar pelo The New York Film Festival, pela Mostra de Cinema de São Paulo e pela Viennale-Festival Internacional de Cinema de Viena!

A sua estreia está prevista para o dia 21 de Outubro!




25 setembro 2010

Harry Potter and The Deathly Hallows: 2º Trailer




video



Um muito bom indício de que a saga vai terminar em grande! Será desta que teremos novamente uma brilhante adaptação, à semelhança do 3º filme?

E porque parece uma eternidade até que chegue o 19 de Novembro?

24 setembro 2010

Parabéns...Pedro Almodóvar






Already when I was very young,
I was a fabulador.

Cinema can fill in the empty spaces
of your life and your loneliness.


23 setembro 2010

Rachel Getting Married





Uma família. Um fim-de-semana. Um casamento multicultural. Rachel vai casar-se. E a irmã Kym vem a casa, directamente da reabilitação, para o feliz evento.

Que agradável surpresa ver Anna Hathaway num registo dramático, bem longe das comédias a que nos habituou. De aspecto desleixado, ela é vulnerável, desequilibrada, frontal e caótica, um furacão de emoções e problemas! O filme é todo dela, ainda que bem suportada por um leque de competentes secundários. Todos juntos compõem esta família que, reunida para celebrar o dia de Rachel, não consegue não estar sobressaltada e nervosa pelo regresso de Kym.
A câmara de Jonathan Demme não é estática: movimenta-se de divisão em divisão, de confronto em confronto, conferindo um ar mais real, mais turbulento à película. O mesmo ocorre com a banda-sonora, viva e presente, que acompanha cada encontro e desencontro, cada discussão, cada acontecimento.

Gostei do filme: Anne Hathaway surpreendeu-me, e que bem; a história, aparentemente monótoma, não o é, sem qualquer dúvida, antes uma jornada tão convulsiva como alegre pelas relações, segredos e encontros desta família, motivada pelo simples e até desejado, contudo incómodo, retorno da "ovelha negra".


Kym: I am Shiva the destroyer, your harbinger of doom this evening.



21 setembro 2010

A Estirpe




Os vampiros estão de volta, mais aterrorizadores e mortíferos que nunca, a pura e absoluta encarnação do mal!

Primeiro volume da trilogia, “A Estirpe”, pela mão e mente dos visionários Guillermo del Toro e Chuck Hogan, é uma peça extraordinária de mistério, horror e ficção, com uma história tenebrosamente inteligente, original, assustadora e épica e uma escrita positivamente viciante e imaginativa!

Imperdível para os aficionados do género e um desafio a descobrir para todos os outros!


"Os vampiros sempre estiveram aqui.
Em segredo. Na escuridão. À espera.

Agora, chegou a sua hora.

Numa semana, Manhattan vai desaparecer.

Num mês, os Estados Unidos da América.

Em dois meses, o mundo inteiro."





O 2º volume, "The Fall", foi lançado hoje nos E.U.A.

Por aqui, e perdoem-me o trocadilho, estou desesperadamente sedenta por mais!

20 setembro 2010

Tropic Thunder






Uma boa comédia, suportada principalmente por uma crítica descontraída e atrevida à indústria de Hollywood, ainda para mais a partir dos desempenhos de muitos pesos – pesados da mesma!

Se o elenco é de facto, quase estelar, é preciso destacar dois nomes: Robert Downey Jr e Tom Cruise. O primeiro é sem dúvida a alma do filme, irreconhecível, numa interpretação segura e hilariante. Já Tom Cruise, num pequeno cameo como um irascível e sem escrúpulos “big shot”, acaba por se redimir de interpretações anteriores menos conseguidas e episódios pessoais algo histéricos… O restante elenco cumpre o seu papel, funcionando muito bem em conjunto.

Se por vezes resvala para o excessivamente anedótico, como resultado final “Tropic Thunder” é bom entretenimento, um filme divertido, satírico e até surpreendente que arranca umas merecidas gargalhadas! Nota especial para os créditos finais!


I'm a dude, playing a dude,
disguised as another dude!



18 setembro 2010

Cinematograficamente Musicando (2)


Into The Great Wide Open,
de Tom Petty and The Heartbreakers


Protagonizado por Johnny Depp e Faye Dunaway



video



Curiosidade: o vídeo foi feito no hiatus da filmagem de "Arizona Dream", protagonizado precisamente por Johnny Depp e Faye Dunaway, devido ao esgotamento nervoso de Emir Kusturica, o realizador...


Trailer: The Tourist



Johnny Depp? Angelina Jolie? Juntos?

Oh Mon Dieu! Não vos parece uma proposta
cheia de beleza, muito estilo e boas interpretações?



video


Gostei do trailer, a premissa parece interessante e de ritmo intrépido e entusiasmante!


The Tourist estreia em Dezembro nos Estados Unidos.


16 setembro 2010

Toy Story 3







Todos temos que crescer. É inevitável. Lentamente, tomamos consciência que é necessário abandonar o conforto do que nos é habitual, familiar e próximo. Tudo tem um fim. A nostalgia aperta-nos o coração; a ansiedade tenta quebrar-nos o espírito! Porque se algo acaba, o novo, logo desconhecido, já nos espera. Tudo tem um fim…

“Toy Story 3” encerra a trilogia em grande, de modo tão divertido como comovente, tão sério e “adulto” como informal e entusiasmante! Uma história irrepreensível, sensível e original; uma animação extraordinária; uma banda – sonora entre o alegre, o melancólico e o saudoso; tudo se conjuga para criar um dos melhores filmes de animação, um dos melhores filmes do ano! Há tantas cenas memoráveis: a emocionante fuga de Woody, a temível cena da lixeira, o ridículo de Ken, o hilariante Buzz “espanhol”!
No fundo, “Toy Story 3” é mágico por nos ser de facto tão especial: toca-nos intimamente, transportando-nos à infância! Afinal, não fomos já todos um dia o Andy? Quem não se recorda carinhosamente dos seus brinquedos e das suas brincadeiras e fantasias?

Tudo tem um fim. Todos cresceram. O Andy e o Woody, o Buzz e todo o gang abraçaram o futuro e foi, assim, de modo perfeito, que nos despedimos dos amigos com os quais crescemos ao longo destes 15 anos!




15 setembro 2010

For in the night murder had been committed...



Agatha Christie, a Rainha do Crime, faria hoje 120 anos!
Que prazer e desafio, sempre que mergulhava nos seus viciantes mistérios e tentava acompanhar ou mesmo ultrapassar o poder de dedução de Hercule Poirot e Miss Marple!

Para a eternidade, ficam títulos como “Crime no Expresso Oriente”e “O Assassinato de Roger Ackroyd”, protagonizados por Poirot, ou “O Enigma das Cartas Anónimas” e “Jogo de Espelhos”, desvendados por Miss Marple!


I am not keeping back facts.
Every fact that I know is in your possession.
You can draw your own deductions from them.


Hercule Poirot in The Mysterious Affair at Styles (1920)


12 setembro 2010

Momentos (XII)




Brick Pollit: What is the victory of a cat on a hot tin roof?

Margaret "Maggie" Pollit: Just staying on it I guess,
long as she can.



10 setembro 2010

The Fountain







O que é a vida? O que é a morte? O que é o amor?
E quão forte é o amor? Será o amor poderoso o suficiente para nos imortalizar, espelhados eternamente na intemporalidade do firmamento?

“The Fountain” revolve-nos interiormente com estas questões, num desafio imensamente filosófico e maravilhosamente poético. Vivemos a jornada milenar de um homem pela conquista do aparente inatingível, rejubilando com a sua perseverança e paixão, dilacerando com a sua mágoa e o seu desespero! Hugh Jackman é esse homem, numa surpreendente e excepcional composição, de entrega e força avassaladoras! A seu lado, Rachel Weiz, formosa e delicada, extraordinária, etérea!
Visualmente inebriante, “The Fountain” é de uma beleza ímpar, como um infinito e glorioso sonho, divinamente embalado pela magnífica, tensa e espiritual banda sonora de Clint Mansell! Sublimemente escrito e esplendidamente realizado por Darren Aronofsky, conduz-nos de modo perfeito a um estado de fugaz clarividência, de puro êxtase!

Bravo! Pérola singular, “The Fountain” é definitivamente uma imperiosa, memorável e genial obra-prima!



All these years, all these memories, there was you.
You pull me through time.



07 setembro 2010

Museu do Som e Imagem




Entra-se no teatro, espaço amplo e iluminado, que nos acolhe com as suas linhas modernas e simples. Sobem-se as escadas, olhando em redor e vê-se um longo painel colorido, cronologia de três palavras-chave: Som, Imagem, Vila Real.
Começa assim a visita pelo Museu do Som e Imagem, parte integrante do Teatro Municipal de Vila Real desde 11 de Abril de 2008. Espaço desenhado com o mote inicial de preservar o espólio do antigo Teatro Avenida, alberga, neste momento, uma considerável e, com toda a certeza, magnífica e peculiar colecção de peças várias, demonstradoras da evolução do som e imagem, entre fotografia e cinema.
E é precisamente com a “fotografia viva”, alcunha do maravilhoso invento dos irmãos Lumière, motivada pelo espanto e admiração das gentes, que a visita segue! Alguém imagina como eram os primeiros efeitos especiais?




Não só se descobre de imediato, como se tem a oportunidade de experimentar! As três máquinas estão à disposição do visitante, capazes de recriar os sons de trovoada, chuva e vento que conferiam ainda mais magia à película!
Assegurando não só o património do Teatro Avenida (1930-1979), mas também do Teatro de Vila Real (1846-1885) e do Teatro Circo (1892-1961), é-se transportado no tempo, através de pitorescos e aprimorados cartazes, símbolos da forte presença cultural de Vila Real, aliás a primeira cidade possuidora de uma rede de iluminação pública (1894), permitindo, também, a revolução cinematográfica que se avizinhava!




E assim, abrilhantando ainda mais esta colectânea, o visitante depara-se com um conjunto de antigos e deslumbrantes projectores de cinema, podendo observar como era possível a exibição das películas!




Da era do cinema mudo passa-se para a inovação do sonoro, com a mostra de múltiplos amplificadores de som.




Na última sala, impera a fotografia, desde numerosas máquinas de fole aos variados suportes fotográficos!



A finalizar, uma engraçada e encantadora memória dos primórdios da animação e ultimamente do cinema! Palavras para quê?



video



Definitivamente um local a visitar, o Museu do Som e Imagem impõe-se como um impressionante e dinâmico arquivo: em pequena instância, da memória cultural colectiva da cidade; numa abordagem mais vasta, do imaginário precioso e fascinante que tanto o som como a imagem nos proporcionam!



Deixo um agradecimento especial ao senhor Duarte Carvalho, responsável pelo Museu do Som e Imagem.

Together we will live forever...




The Fountain


Ainda estou sem palavras...



06 setembro 2010

Douro Film Harvest

Já peca por atraso, esta mensagem. Mas a intenção mantém-se...

De 5 a 11 de Setembro, dividindo-se por Lamego, Sabrosa, Freixo de Espada à Cinta e Vila Real, o público português tem a oportunidade de assistir a grandes produções, por entre seis painéis que homenageiam tanto o passado como o presente, espreitando igualmente o futuro!

Com destaque para a Argentina, o festival conta ainda com a presença de Gustavo Santaolalla e Carlos Saura.
No último dia, vénia para a deusa do cinema italiano, Sophia Loren, como convidada de honra!

Ontem, o Douro Film Harvest abriu com uma grande antestreia, de co-produção internacional: "O Último Voo do Flamingo", a partir do romance homónimo de Mia Couto, com realização de João Ribeiro e produção de Luís Galvão Teles.





Venham degustar!


03 setembro 2010

De gravura a gravura!








Para meu descontentamento, nem sequer sabia da existência desta Bienal, já na sua 5ª edição! Descobri-a nestas férias, com uma amiga e só tenho a dizer que saí de lá maravilhada com o que vi!
Não sabem muito bem o que é a gravura exactamente? Bem...ver para aprender!